COMPARTILHE EM SUAS REDES

Quem tem um carro sabe da importância da manutenção preventiva do veículo: além de aumentar a vida útil do automóvel e de seus componentes, ela também evita surpresas desagradáveis que podem deixar o condutor na mão quando mais precisa do carro –  sem falar nas despesas inesperadas para resolver o problema.

A boa notícia é que muitos desses possíveis problemas com o veículo podem ser evitados de forma simples e com baixo custo: uma delas, por exemplo, é estar sempre de olho no nível do líquido de arrefecimento do radiador.

Por isso, nesse artigo você vai entender melhor como funciona o sistema de arrefecimento, quais são suas funções e como cuidar da manutenção do carro para diminuir o risco de que ocorra o superaquecimento do motor.
 

Índice 

Marcador de temperatura do painel de carro em detalhe
Arrefecimento ajuda a equilibrar temperatura do motor do carro (Imagem: Adobe)

O que é o sistema de arrefecimento do carro?

Também conhecido como sistema de refrigeração, o sistema de arrefecimento é responsável por manter o conjunto mecânico do veículo na temperatura ideal para o seu perfeito funcionamento, que é de 90°C. Isso ajuda a evitar que haja o superaquecimento do motor – especialmente nos meses mais quentes do ano – o que pode ser extremamente prejudicial, a ponto de comprometer a vida útil do carro.

As principais peças do sistema de arrefecimento são: radiador, bomba d´água, sensor de temperatura, ventoinha, mangueiras, válvula termostática e líquido de arrefecimento.

Leia também: Dicas de cuidados com o carro no verão

O que é o líquido de arrefecimento?

O líquido de arrefecimento, ou líquido do radiador, é um composto responsável por manter uma temperatura ideal para que o motor do carro trabalhe de forma eficiente.

Composto por água desmineralizada e aditivo, o líquido de arrefecimento reduz tanto a possibilidade de fervura – pois aumenta a temperatura necessária de ebulição – como também o ponto de congelamento do fluido, permitindo um bom funcionamento à baixa temperatura ambiente.

Além disso, o líquido de arrefecimento também protege o sistema – bloco, cabeçote, bomba d’água e válvula termostática – contra desgastes excessivos e corrosões. 


Como o arrefecimento do carro funciona?

O líquido de arrefecimento circula por dentro do motor do carro e, por conta da queima da mistura de ar com combustível, tem sua temperatura elevada. Ele percorre dutos e mangueiras e é levado para fora do motor até chegar ao radiador.

Quando está no radiador, o líquido de arrefecimento percorre serpentinas e tem sua temperatura reduzida pela ventilação natural que vem da parte frontal do veículo. Quando necessário, uma ventoinha mecânica ou elétrica é acionada para ajudar no resfriamento. Depois, o líquido de arrefecimento, com a temperatura reduzida, retorna ao motor. O sistema é acionado por uma bomba de água.

Mas, caso alguma mangueira ou peça do sistema de arrefecimento apresente algum defeito, todo o processo pode ser comprometido.

Motor aberto com líquido de arrefecimento sento completado no radiador
Líquido de arrefecimento precisa ser completado ou trocado periodicamente (Imagem: Adobe)

Qual a diferença entre líquido de arrefecimento e aditivo para radiador?

Embora sejam comercializados com nomes semelhantes, e tanto o líquido de arrefecimento como o aditivo para radiador tenham a mesma função, que é proteger o sistema de arrefecimento contra corrosão e manter a temperatura dos componentes do motor mais equilibrada, existe uma pequena diferença entre ambos.

Para ser considerado um aditivo de radiador, o fluido deve conter em sua fórmula uma porcentagem específica de MEG (monoetilenoglicol), que é a composição química responsável por aumentar o ponto de ebulição e reduzir o de congelamento, mantendo a temperatura do veículo sempre controlada.

Já um fluido de arrefecimento não contém MEG (monoetilenoglicol) em sua composição, apesar de também servir para o mesmo propósito. Mesmo assim, em ambos os casos, é muito importante que o produto seja aprovado pelo INMETRO e siga as normas da ABNT. 

Tampa do radiador de carro soltando fumaça e mão se dirigindo para abrí-la
Radiador faz parte do sistema de arrefecimento do carro (Imagem: Adobe)

Quando trocar o líquido de arrefecimento do veículo?

Não há um padrão para a troca do líquido de arrefecimento, e essa substituição varia conforme o veículo e o tipo de fluido, que pode ser orgânico ou sintético. Alguns fabricantes recomendam a primeira troca ao atingir 30 mil km, ou em um ano. Outros orientam que a troca deve ser feita aos 120 mil quilômetros ou 5 anos.

Para não haver dúvidas, consulte sempre o manual do seu veículo para saber o período recomendado para substituir o líquido de arrefecimento. Vale lembrar também que esse trabalho deve ser feito em oficinas especializadas, pois é um processo que exige a drenagem do líquido antigo e limpeza do sistema de arrefecimento antes de receber um produto novo. 

Posso completar o líquido de arrefecimento com água?

A resposta para essa pergunta é muito simples: não! E os motivos são os seguintes:

  • Somente carros antigos, que possuem carburador, utilizam água no radiador. Já os veículos mais modernos carburados ou com injeção eletrônica utilizam o líquido de arrefecimento, composto por água desmineralizada com aditivo.

  • Utilizar água de torneira pode ser um grande problema, pois ela contém muitos minerais que poderão acelerar o processo de desgaste e corrosão das peças, além de prejudicar a refrigeração do motor.

  • Como o sistema de arrefecimento do carro é fechado, não há como o líquido evaporar, e completá-lo pode apenas camuflar um problema sério, como um vazamento por exemplo.
Jovem mulher com capô de carro aberto olhando motor soltando fumaça no acostamento de estrada
Sem arrefecimento, motor do carro pode superaquecer e causar transtornos (Imagem: Freepik)

Sinais de problemas com o arrefecimento do carro

Para saber se o sistema de arrefecimento do seu veículo está em ordem ou se é preciso ir ao mecânico para uma análise mais criteriosa, vale a pena ficar atento a alguns sinais de possíveis problemas.

Marcador de temperatura

No painel do veículo, há um marcador de temperatura do motor. Caso o sistema de arrefecimento esteja com algum problema, a temperatura aumenta e uma luz de alerta é acesa. Vale lembrar que para que os marcadores do painel funcionem, o carro deve estar ligado.

Nível do líquido de arrefecimento

Como o sistema de arrefecimento é fechado e não há como o líquido evaporar, se o nível do líquido de arrefecimento estiver abaixo da marca de mínimo, é sinal de que alguma peça do sistema está danificada ou então existe algum vazamento.

Fumaça saindo do motor

Ao ter problemas com o arrefecimento, a alta temperatura fará o motor do veículo expelir muita fumaça. Nesse caso, leve o carro a uma oficina mecânica o quanto antes.

Cuidar bem do veículo evita surpresas desagradáveis

Ninguém precisa ser um especialista em mecânica automotiva, mas já deu para perceber que estar atento e bem informado sobre a manutenção do seu carro sempre ajuda a evitar dores de cabeça com despesas inesperadas e outros imprevistos.

O mesmo raciocínio também vale na hora de comprar um veículo usado ou seminovo: com algumas noções básicas de como os carros funcionam, as chances de alguém passar a perna em você, vendendo um veículo com problemas “maquiados” ou “disfarçados”, são reduzidas.

Agora, o ideal mesmo é comprar carros de fontes confiáveis como a CARUPI, que oferecem a segurança e tranquilidade que você deseja na hora de investir em um carro novo.   

Jovem casal relaxando em sofá de casa com computador aberto acessando website da Carupi
Na CARUPI, carros são revisados e recebem laudo cautelar antes da venda (Imagem: Adobe)

Carros com a manutenção em dia? Vai de CARUPI!

A CARUPI foi criada para que você nunca mais precise ferver a cabeça de tanta preocupação na hora de adquirir um veículo usado ou seminovo. Somos uma startup de tecnologia que oferece uma solução única, onde todo o processo de compra e venda é acompanhado de pertinho por nossos especialistas, sem que você nem ao menos precise sair de casa.

Em nossa plataforma, você encontra uma grande variedade de veículos revisados à sua disposição – desde carros até 20 mil até carros de luxo –  todos com garantia, laudo cautelar e os melhores preços. Você só terá o trabalho de escolher o modelo de sua preferência, que é levado até você para fazer um test drive completo, coberto por seguro.

Compra decidida? A CARUPI também resolve todo o trâmite burocrático e financeiro: encontramos a melhor forma de pagamento para você e providenciamos toda a documentação de venda até que o veículo esteja em seu nome e seja entregue no conforto do seu lar, sem riscos de golpes ou de surpresas desagradáveis com o carro.

Tem um veículo para vender? A CARUPI vende para você! Cuidamos de cada etapa do processo: ajudamos a definir o melhor preço, fazemos fotos profissionais do carro (em sua casa), anunciamos na web, levamos até os interessados para vê-lo de perto e ainda agilizamos toda a papelada da transferência até que o dinheiro seja depositado em sua conta.

Assim como o líquido de arrefecimento esfria o motor, com a CARUPI você pode esfriar a cabeça na hora de negociar veículos com toda tranquilidade e segurança. Acesse nosso site ou baixe nosso aplicativo e saiba mais!