COMPARTILHE EM SUAS REDES


Ter um carro eficiente e com bom desempenho é o sonho de todo motorista. E não é para menos: a sensação de liberdade de acelerar um motor com mais potência e torque é realmente única. Sem contar todas as outras vantagens que um veículo com melhor performance é capaz de oferecer.

E quando se fala desse assunto, logo vem à mente a palavra que faz olhos brilharem e corações acelerarem: turbo. Pois saiba que, se você está entre os amantes dos automóveis mais ágeis e potentes, as notícias são muito boas.

Antes restrito a veículos “tunados” e de competição, ou a carros de luxo e modelos de categoria premium, o turbo vem ganhando mais espaço em modelos de produção em série e há quem diga que a tendência é que os carros sem turbo desapareçam com o passar do tempo. 

Então, caro leitor, se você ainda não dirigiu um carro turbo, prepare-se: esse dia está mais próximo do que nunca. Quer saber um pouco mais sobre o assunto? Nosso artigo está aqui para isso!

 Índice 

Cena de trânsito acelerado em rua de cidade com entardecer ao fundo e carro branco na frente em destaque
Carros turbo oferecem mais potência para a rotina de deslocamentos (Imagem: Adobe)

O sonho do carro turbo: cada vez mais real

Mais potentes e econômicos, carros turbinados são a bola da vez no mundo automotivo, tanto para fabricantes como para os consumidores.

Assim como o câmbio automático, o turbocompressor demorou para se popularizar no Brasil, mas já está presente até mesmo entre carros de entrada de algumas montadoras.

Essa nova realidade tem como base uma tendência da indústria automotiva chamada downsizing, que consiste em fabricar motores menores, com menos cilindradas, ligados a um turbocompressor, que potencializa o desempenho do veículo sem aumentar o consumo de combustível. Um jeito prático de compensar a redução de potência decorrente da utilização de um propulsor pequeno 

Segundo a Garrett Motion, empresa global de tecnologias de turbocompressão com fábrica em Guarulhos, na grande São Paulo, metade do mercado brasileiro será composto por carros com turbocompressores até o final de 2022. É esperar para ver. 

Turbo de carro cortado ao meio mostrando interior da peça e seus diversos componentes
Turbo utiliza fluxo de ar gerado pelos gases de combustão para funcionar (Imagem: Adobe)

Como funciona o turbo do carro?

O que faz o turbo ser um equipamento especial – e sintonizado com a demanda crescente por motores eficientes – é que ele funciona por meio de uma fonte de energia abundante, que é desperdiçada em veículos aspirados: o fluxo gerado pela expulsão de gases.

Nos carros de motores aspirados, o ar que entra para a câmara de combustão somente com a pressão atmosférica. Já os carros com motor turbo de fábrica são mais eficientes, pois aproveitam os gases que antes eram descartados pelos escapamentos para movimentar as turbinas.

Com o movimento provocado pela turbina, o compressor aspira e pressuriza o ar. Esse ar pressurizado é misturado ao combustível e injetado no motor que, ao receber mais mistura dentro da câmara de combustão, ganha potência.  

Os turbos modernos têm ainda o intercooler, peça que funciona como um radiador para diminuir a temperatura do ar, deixá-lo mais denso e enviá-lo em maior quantidade para o motor. Isso também ajuda no ganho de potência e diminuição do consumo de combustível.


Desvendando os mitos dos carros turbo

Menores e mais eficientes, os motores turbinados de fábrica vieram para ficar, mas ainda são alvo de questionamentos – quase sempre baseados em alguns mitos. Por isso, separamos alguns deles, em um formato prático de perguntas e respostas, para não deixar você com dúvidas.

1 - VEÍCULOS COM MOTOR TURBO CONSOMEM MAIS COMBUSTÍVEL?
Em níveis de aceleração baixos e médios, o gasto de combustível do motor turbo chega a ser menor em relação aos aspirados. Já para quem gosta de pé no acelerador, a média de consumo pode aumentar.

Além disso, como a curva de torque dos carros turbo começam a subir muito antes em relação ao motor aspirado, mantendo-se linear por mais tempo, não é preciso acelerar tanto para que o motor ganhe força e velocidade com rapidez.

2 - MOTORES TURBO USAM ÓLEO LUBRIFICANTE ESPECIAL? A TROCA É MAIS FREQUENTE?

A frequência da troca de óleo lubrificante é a mesma, tanto para os carros com motor turbo, como para os aspirados. Mesmo assim, nunca é demais conferir o manual do veículo.

3 - É PRECISO DEIXAR O MOTOR EM MARCHA LENTA ANTES DE DESLIGAR O CARRO COM TURBO?
Essa recomendação só é necessária em carros com motores aspirados, que são turbinados por oficinas especializadas no assunto. No caso de carros em que os motores já vêm turbinados de fábrica, existe uma refrigeração específica na turbina, que dispensa essa necessidade.

4 - QUAL É A DURABILIDADE DE UM MOTOR TURBO?

Como os carros com turbocompressor de fábrica são projetados com a finalidade de oferecer melhor desempenho, sua durabilidade é igual à dos veículos com motor aspirado. No caso dos motores aspirados turbinados em oficinas, a durabilidade pode ser menor.

5 - O MOTOR TURBINADO DANIFICA A TRANSMISSÃO DO CARRO?
No caso de carros turbinados pelas fábricas, o projeto da transmissão é preparado para receber mais torque, sem afetar a durabilidade do sistema. Já nos motores aspirados turbinados em oficinas, todo o sistema de transmissão do veículo pode durar menos que a média.

Turbo de carro com sistema de entrada de ar em destaque
Carros turbo modernos também poluem menos (Imagem: Adobe)

Qual é a vantagem dos carros turbo?

Toda essa conquista de terreno no mercado pelos carros turbo é reflexo de 3 motivos principais: ganho de desempenho, eficiência energética e diminuição da emissão de poluição na atmosfera.

Essas vantagens mostram que os motores turbinados evoluíram, e hoje em dia muita gente se pergunta qual o melhor motor: 1.6 ou 1.0 turbo? 

Para se ter ideia, um carro 1.0 com turbocompressor costuma ter aceleração e retomadas semelhantes a de um 1.6 comum, e ainda tem a vantagem de o consumo continuar sendo o de um automóvel 1.0 com motor aspirado. Um bom negócio, não só para o condutor, como também para o planeta.  

Carros turbo têm alguma desvantagem?

Como deu para ver até agora, os carros turbo oferecem vantagens consideráveis em relação aos veículos sem esse recurso. Mas, existem algumas situações em que o proprietário de um veículo turbocharger precisa estar sempre de olho para realizar uma direção econômica e evitar gastos desnecessários. 

  • Saber otimizar o combustível: quem vive dirigindo constantemente em velocidades elevadas, provavelmente vai gastar mais combustível. 
  • Ficar de olho nas revisões: como trabalham em temperaturas mais elevadas, os motores turbo precisam de uma manutenção mais completa do que os aspirados. 

Além disso, existe uma peça que só os veículos com turbo têm: a turbina, claro. Ela também deve ser revisada periodicamente para evitar despesas extras com manutenção.

Chevrolet Onix Plus vermelho em alta velocidade em via urbana com cidade desfocada ao fundo
Onix Plus está entre os carros turbo mais econômicos do Brasil (Imagem: Chverolet/divulgação)

Os carros turbo mais econômicos do Brasil

Na relação a seguir, foram levados em conta apenas modelos com motores turboflex ou a gasolina, com preços até R$ 200 mil, sem contar híbridos, veículos a diesel e de marcas do segmento premium. 

Listamos sempre a versão turbinada mais eficiente de cada linha, sem levar em conta se a transmissão é manual ou automática. O parâmetro adotado foi o consumo urbano com gasolina, segundo a metodologia do Inmetro para o PBEV (Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular).

É claro que veículos menores se destacaram, mas – como você verá – nem sempre um hatch é mais econômico que um sedã. A lista tem até SUV e modelo médio, incluindo o Honda Civic, que deixou o mercado no final de 2021 mas permanece na lista por ser um carro ainda bastante procurado.
 

1 - CHEVROLET ONIX PLUS

  • Motor: 1.0 12V turbo de 116 cv e 16,8/16,3 kgfm a 2.000 rpm
  • Câmbio: manual de seis marchas
  • Consumo urbano: 13,7 km/l
  • Consumo na estrada: 17 km/l

2 - CHEVROLET ONIX

  • Motor: 1.0 12V turbo de 116 cv e 16,8/16,3 kgfm a 2.000 rpm
  • Câmbio: manual de seis marchas
  • Consumo urbano: 13,5 km/l
  • Consumo na estrada: 16 km/l

3 - CHEVROLET TRACKER

  • Motor: 1.0 12V turbo de 116 cv e 16,8/16,3 kgfm a 2.000 rpm
  • Câmbio: manual de seis marchas
  • Consumo urbano: 13 km/l
  • Consumo na estrada: 14,8 km/l

4 - HYUNDAI HB20S

  • Motor: 1.0 12V turbo de 120 cv e 17,5 kgfm a 1.500 rpm
  • Câmbio: automático de seis marchas
  • Consumo urbano: 12,7 km/l
  • Consumo na estrada: 15,7 km/l

5 - VOLKSWAGEN T-CROSS

  • Motor: 1.0 12V turbo de 128/116 cv e 20,4 kgfm a 2.000 rpm
  • Câmbio: manual de seis marchas
  • Consumo urbano: 12,2 km/l
  • Consumo na estrada: 14,5 km/l
Suzuki S-Cross cinza escuro fazendo curva em estrada com cenário de floresta ao fundo
S-Cross, da Suzuki, também é um dos carros turbo que bebem menos (Imagem: Suzuki/divulgação)

 6 - HYUNDAI HB20

  • Motor: 1.0 12V turbo de 120 cv e 17,5 kgfm a 1.500 rpm
  • Câmbio: automático de seis marchas
  • Consumo urbano: 12,2 km/l
  • Consumo na estrada: 13,9 km/l

7 - HONDA CIVIC

  • Motor: 1.5 16V turbo de 173 cv e 22,4 kgfm a 1.700 rpm
  • Câmbio: automático CVT com sete marchas virtuais
  • Consumo urbano: 11,8 km/l
  • Consumo na estrada: 14,4 km/l

 8 - VOLKSWAGEN POLO

  • Motor: 1.0 12V turbo de 128/116 cv e 20,4 kgfm a 2.000 rpm
  • Câmbio: automático de seis marchas
  • Consumo urbano: 11,6 km/l
  • Consumo na estrada: 14,1 km/l

9 - SUZUKI S-CROSS

  • Motor: 1.4 16V turbo de 146 cv e 23,5 kgfm a 1.700 rpm
  • Câmbio: automático de seis marchas; tração integral
  • Consumo urbano: 11,5 km/l
  • Consumo rodoviário: 13,3 km/l

10 - SUZUKI VITARA

  • Motor: 1.4 16V turbo de 146 cv e 23,5 kgfm a 1.700 rpm
  • Câmbio: automático de seis marchas; tração integral
  • Consumo urbano: 11,5 km/l
  • Consumo rodoviário: 12,9 km/l

Jovem rapaz com cachorro em seu colo e caneca na mão em sua casa acessando website da Carupi em notebook na mesa
CARUPI turbinou a compra e venda de usados e seminovos online (Imagem: Adobe)

Onde comprar ou vender carros turbo seminovos?

Embora a era dos carros turbo de fábrica seja algo recente no Brasil, já existe uma boa oferta de seminovos nessa categoria - com pouco uso e valores convidativos - aguardando um novo dono.

Mas, como encontrar carros turbo de procedência e em boas condições?  

Assim como a tecnologia dos motores turbo está cada vez mais acessível, uma nova forma de comprar e vender carros usados e seminovos também está cada vez mais popular entre os motoristas do Brasil: é a CARUPI, uma startup de tecnologia que criou a solução mais prática e segura do mercado automotivo para trocar de carro.

Em uma ampla base de veículos online, você encontra uma grande variedade de carros, todos revisados, com garantia e laudo cautelar em dia. Você pode fazer ofertas, e o modelo escolhido é levado até você por um executivo da CARUPI para ser avaliado de perto e passar por um test drive.

Assim que o negócio é fechado, a CARUPI cuida de toda parte burocrática para você, que só tem o trabalho de assinar os papéis no conforto do sofá, e receber as chaves – e o carro – em sua casa.

Se você quiser trocar o seu carro atual por um turbinado, a CARUPI também entra em ação: é só acessar nossa plataforma, cadastrar seu carro e definir o valor de venda. Como todo o processo é executado por especialistas no mercado, a venda com a CARUPI é turbinada: em média, você recebe R$ 3.000 a mais pelo seu carro.  

Enviamos um fotógrafo especialista no segmento automotivo para tirar fotos incríveis do seu carro. Então, o veículo é divulgado em nosso site e na web, e assumimos a venda para você – do delivery do carro para test drives até a entrega para o comprador, que só é feita depois de você receber o pagamento.

Assim como os carros turbo, com a CARUPI você ganha em eficiência e chega mais rápido ao melhor negócio, com toda a tranquilidade. Acesse nosso site ou baixe nossos aplicativos, e entre em contato com a gente agora mesmo!