COMPARTILHE EM SUAS REDES

Por mais que pareça que a pandemia do coronavírus esteja ficando no passado, as inúmeras sequelas que ela deixou, no Brasil e no mundo, ainda são muito sensíveis e presentes no dia a dia. Quase dois anos após os primeiros impactos da crise sanitária global, o setor automobilístico, por exemplo, ainda sofre as consequências dos fechamentos de fábricas e da desaceleração da economia. Os sintomas, porém, ficaram restritos ao mercado de carros novos, enquanto os seminovos e usados, em contrapartida, ganharam força e se tornaram uma opção ainda mais interessante para o brasileiro.

Diversas razões contribuem para esse movimento no setor automobilístico, que tem tornado os carros usados e seminovos em sucesso de vendas. Neste artigo, vamos entender os números e acontecimentos recentes que levaram o mercado de carros seminovos a esse patamar, e mostrar por que esse setor tem ganhado cada vez mais a preferência do brasileiro. 

Índice

Diversos carros de cores diferentes enfileirados em pátio de estacionamento
Mercado de usados e seminovos está aquecido e batendo recordes de vendas (Imagem: Adobe)

Por que o mercado de seminovos cresceu tanto?

Os números não mentem: o mercado de seminovos cresceu. Segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), os sete primeiros meses do ano bateram recordes históricos em vendas de usados: foram aproximadamente 8,8 milhões de unidades, crescendo 55,78% sobre o mesmo período de 2020. Segundo a entidade, a expectativa é de que o mercado de seminovos feche o ano com 11 milhões de unidades vendidas. 

Os dados da Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores) confirmam o aquecimento do mercado, e também apontam para um sólido crescimento de 54,7%% nos negócios comparando com o mesmo período do ano anterior.

Além do fluxo de negócios em movimento de aceleração, o próprio valor dos veículos usados e seminovos também aumentou: contrariando o ciclo normal do mercado, inúmeros modelos com alguns anos de uso tiveram valorização devido à alta na demanda, com preços de revenda ficando até 20% mais caros.

E as razões por trás desses resultados animadores para o setor são, basicamente, duas: a instabilidade financeira que acometeu diversas famílias durante a pandemia e a falta de peças para produção de carros novos, que levou a uma alta de preços dessa categoria de automóveis.

Falta de peças

O primeiro impacto da crise do coronavírus no mercado automobilístico foi a falta de peças para produção de veículos 0km. De início, enquanto as concessionárias permaneciam fechadas por conta da quarentena, as montadoras não tiveram que lidar com tantos problemas.

A situação mudou quando as lojas passaram a reabrir gradualmente e a demanda, que estava reprimida, explodiu de tal forma que não existia estoque à venda para todos. 

Foi nesse ponto que a insuficiência de peças se tornou evidente e a baixa oferta de automóveis culminou na segunda razão para o crescimento dos seminovos: a alta dos preços.

Alta de preços

A lei do capitalismo é clara: quando a demanda é muito alta e a oferta é baixa, os preços de venda sobem como forma de equilibrar o sistema. Quem acaba pagando por isso, na maior parte das vezes, é o consumidor.

Quando as peças começaram a faltar nas montadoras e os carros ficaram ausentes das concessionárias, que contavam apenas com poucos modelos disponíveis, os preços subiram e comprar um carro novo ficou mais complicado para muita gente.

Com esse cenário construído, a atenção de quem queria investir em um novo veículo se voltou para o mercado de seminovos.

Duas mãos se cumprimentando e fechando negócio com carros enfileirados ao fundo
Mercado de seminovos se tornou a melhor alternativa para muita gente nos últimos tempos (Imagem: Adobe)

Seminovo: a melhor alternativa

O mercado de seminovos passou a ser uma alternativa para muitos consumidores por motivos variados.

Por um lado, muita gente foi afetada pela crise econômica e passou a procurar maneiras de equilibrar as finanças, trocando seu automóvel por um modelo de menor valor. A chamada “troca com troco” permite manter um veículo na garagem, ainda que mais simples, e ficar com dinheiro no bolso. 

Já para a parcela de consumidores que pretendia investir em um 0km e não conseguiu ser atendida pelas montadoras, a migração para o mercado de seminovos se revelou muito vantajosa: com o mesmo valor destinado à aquisição de um determinado modelo zero quilômetro era possível levar um seminovo de categoria superior, mais luxuoso e repleto de opcionais, para a garagem.  

Leia também: O novo guia do seminovo

Essa confluência de fatores fez do mercado de seminovos uma opção interessante para o brasileiro que almejava trocar ou adquirir um outro veículo. 

E esse crescimento não deve parar. A expectativa dos analistas de mercado é que a venda de usados em 2022 continue sendo maior, até porque provavelmente as fabricantes ainda sofrerão com a falta de peças para produção. Conforme projeção do Banco Itaú, por exemplo, a expansão deve ser de 20% nas vendas de seminovos e usados, enquanto o mercado de carros novos deve crescer cerca de 16%.

Braço de uma mulher entregando chaves do carro que acabou de vender na mão do comprador com veículos desfocados ao fundo
Carros seminovos atraem compradores com diversas vantagens (Imagem: Adobe)

As vantagens de comprar um seminovo

Apesar da alta no número de vendas, os seminovos já atraem os brasileiros há bastante tempo. E os motivos são vários: 

  • A possibilidade de comprar um modelo com baixa quilometragem e pouco tempo de uso (até três anos);
  • Chance de ter um veículo de uma categoria superior e mais completo pelo mesmo valor que seria investido em um carro novo;
  • A taxa de transferência é menor que o documento de registro pago pela primeira vez;
  • O pagamento de IPVA é reduzido e pode ter parcelas já quitadas, caso o seminovo seja adquirido após o vencimento do imposto; e
  • Muitos seminovos estão com suas garantias de fábricas válidas, já que variam entre três a cinco anos

Considerando essas vantagens e o cenário atual, investir em um seminovo em 2021 e 2022 tem tudo para continuar sendo um ótimo negócio. 

Jovem mulher sorridente em poltrona de sua sala de estar acessando website Carupi em seu notebook
Plataforma digital da CARUPI traz segurança e conveniência ao mercado de seminovos (Imagem: Adobe)

O melhor negócio está na CARUPI

Se comprar um seminovo parece ser uma ótima pedida, escolher como e onde adquirir o novo carro pode fazer toda a diferença para quem busca o melhor negócio possível.

Comprar seminovos em lojas e concessionárias pode até ser relativamente confortável e seguro, mas esses estabelecimentos embutem suas taxas de lucro no valor do carro – e você paga por isso. Por outro lado, buscar um seminovo com procedência e segurança no mercado de classificados particulares pode oferecer maior flexibilidade na negociação, mas costuma ser uma experiência estressante, cansativa e até mesmo insegura.

Foram esses problemas que a solução digital e inovadora da CARUPI veio resolver, com serviços focados no consumidor e em sua satisfação. Se você está procurando conveniência, rapidez, praticidade e, principalmente, segurança, então a CARUPI é a solução ideal para a compra de seu próximo carro. 

Somos uma startup de tecnologia com um serviço único e exclusivo de compra e venda de usados e seminovos, proporcionando uma experiência VIP para quem negocia. Com a CARUPI, você pode comprar ou vender um carro sem precisar sair de casa!

O primeiro passo para quem quer adquirir um automóvel com a CARUPI é acessar nosso catálogo de veículos com centenas de opções, e escolher os modelos que mais interessam usando os diversos filtros de busca para encontrar o carro perfeito. Do sofá de casa, pelo celular ou computador, você entra em contato com a gente e faz uma oferta pelo carro que gostar! 

Na sequência, nosso time entra em ação para agendar um test-drive sem custos em sua casa. É isso mesmo: levamos o carro até você para que possa dirigir e avaliar o modelo escolhido bem de perto. Vale lembrar: todos os automóveis anunciados na CARUPI passam por perícias e recebem laudo cautelar de segurança, para sua tranquilidade.

Além disso, depois de fechar o negócio, nossa equipe presta todo o suporte necessário com o pagamento – inclusive com as melhores opções de financiamento – e com a documentação para a transferência do veículo, que você também assina sem sair de casa: enviamos tudo para você, sem complicações.

Vender um seminovo ou usado com a CARUPI também é a melhor forma de aproveitar a valorização do mercado: é você quem define o preço que deseja, e nossa equipe busca as melhores ofertas pelo seu carro. Também fazemos fotos profissionais do seu veículo, anunciamos na web, levamos para testes com os interessados e, se a venda for fechada, ainda agilizamos todos os documentos e garantimos o pagamento em sua conta. Você só precisa assinar!

Gostou do jeito CARUPI de comprar e vender um seminovo? Então conheça melhor como funciona a CARUPI e descubra como negociar veículos ficou muito mais seguro, confortável e vantajoso. Acesse nosso website e baixe nosso aplicativo!