COMPARTILHE EM SUAS REDES

Quem nunca sorriu ao observar, em pleno trânsito, um cachorro no carro ao lado com a cabeça para fora da janela tomando um vento no focinho, não é mesmo? Pois é: só que provavelmente o bichinho não estava usando o cinto de segurança para cachorro, e apesar de toda a fofura da cena, a prática é proibida pelo CTB, o Código de Trânsito Brasileiro, pois oferece riscos não apenas para o animal, como para os passageiros do veículo e até para os demais motoristas.

Como os brasileiros adoram seus pets e também adoram seus carros, é muito importante saber que existe a forma certa de conciliar essas duas paixões antes de sair rodando por aí com os mascotes a bordo dos veículos.

Nesse artigo, vamos abordar os principais assuntos ligados ao transporte de animais em carros – de leis de trânsito a itens de higiene e proteção, como o cinto de segurança para cachorro – para ajudar a garantir uma viagem tranquila e segura para todo mundo: não só para seu amigo de quatro patas, mas também para você e seu amigo de quatro rodas.

Índice

O que diz a lei sobre o transporte de animais em carros?

Como transportar seu pet com tranquilidade e segurança

E como fica o transporte de gato?

Outros cuidados no transporte de pets

Comprando e vendendo carros sem deixar seu pet sozinho em casa

Cachorro de grande porte em porta-malas de carro com a cabeça entre os dois encostos dos bancos traseiros
Equipamentos como o cinto de segurança para cachorro não constam em legislação (Imagem: Freepik)

O que diz a lei sobre o transporte de animais em carros?

Embora não haja uma norma específica no Código de Trânsito Brasileiro sobre o assunto, nem menção alguma a equipamentos de segurança para animais - como o cinto de segurança para cachorro - estima-se que, no Brasil, 80% dos tutores realizam o transporte de pets em desacordo com a lei

Na falta de uma legislação apropriada, três artigos costumam ser aplicados para coibir o transporte inadequado de animais domésticos. Eles apontam para as seguintes orientações:

1. Permitir que um cachorro coloque a cabeça para o lado de fora do carro é infração do artigo 235 do CTB - Código de Trânsito Brasileiro, que proíbe a condução de pessoas, animais ou carga nas partes externas do veículo sem autorização prévia. Considerada uma infração grave, provoca a perda de 5 pontos na carteira de habilitação e gera multa. O animal deve permanecer com todo o corpo do lado de dentro do veículo.

2. É proibido levar cão ou gato consigo no banco do motorista. Segundo o artigo 252 do CTB, não é permitido dirigir o veículo transportando pessoas, animais ou qualquer volume à esquerda do condutor, entre os braços ou pernas. A infração é considerada média e gera 4 pontos na carteira de habilitação, além de multa. 

3. Deixar animal solto dentro do carro pode tirar a atenção do motorista, o que vai contra o artigo 169 do CTB e constitui uma infração leve, que prevê multa e 3 pontos na CNH.  

Cachorro peludo e branco com cabeça e patas para fora da janela de carro estacionado em floresta com sua dona sorrindo no assento da frente
Existem orientações a seguir para dar mais segurança ao seu pet no carro (Imagem: Freepik)

Como transportar seu pet com tranquilidade e segurança 

A regra básica para garantir a proteção, tanto dos pets quanto dos demais ocupantes do veículo, é que o mascote nunca deve ficar solto quando estiver dentro do automóvel. 

Por outro lado, é preciso que o cachorro ou gato esteja confortável e seguro durante todo o trajeto, e que a sua presença não provoque nenhum tipo de sujeira ou dano no interior do automóvel. 

Para isso, existem equipamentos específicos para levar seu melhor amigo para um passeio de carro de forma segura e tranquila. Confira alguns deles!

Cinto de segurança para cachorro 

Com eficácia comprovada na proteção da integridade física dos pets, o cinto de segurança para cachorro segue a mesma lógica do equipamento para humanos, e é recomendado para animais de pequeno, médio e grande porte.   

Ele é colocado no peitoral do animal, que deve ser posicionado, de preferência, na parte central do banco traseiro. O cinto de segurança para cachorro também é acolchoado, e possui um engate que é fixado na trava do cinto de segurança do carro. 

Como limita a movimentação do pet dentro do veículo, o cinto de segurança para cachorro ajuda a impedir que o cão seja lançado para frente em caso de acidentes. Vale lembrar que o engate nunca deve ser preso em coleiras de pescoço para que não haja risco de estrangulamento do animal.

Cachorro malhado sentado em banco traseiro de carro usando cinto de segurança para cachorro
Cinto de segurança para cachorro garante a proteção do seu melhor amigo (Imagem: Adobe Stock)

Caixa de transporte de cachorro

É o equipamento mais comum e conhecido do mercado e uma das formas mais seguras para transportar animais dentro do carro. A caixa de transporte de cachorro mais adequada para o porte do animal é aquela em que ele consiga ficar em pé e consiga dar uma volta completa dentro do espaço disponível.

Para que o pet se acostume com a caixa de transporte de cachorro, a dica é deixá-la aberta dentro de casa com um cobertorzinho e alguns petiscos ou brinquedos, e acariciá-lo quando ele estiver lá dentro. Dessa forma, o animal acaba associando a caixa de transporte de cachorro a um local agradável de se estar. 

Tenha cuidado também para que a caixa de transporte de cachorro não tombe dentro do veículo, principalmente em momentos de freada brusca. Utilize o banco dianteiro para uma melhor proteção, colocando-o para trás, pois assim a caixa fica mais firme. Certifique-se também que a portinha da caixa esteja fechada durante toda viagem. 

Cestinhos (também conhecidos como cadeirinhas) 

Indicado para cães de pequeno e médio porte, deve ser utilizado em animais com coleiras do tipo peitoral, para que ele não pule para fora do cestinho, que é fixado no encosto de cabeça do banco traseiro. Para aumentar ainda mais a segurança, esse objeto ainda é fixado ao banco pelo cinto de segurança do veículo. 

Grades de contenção

Indicadas para cães de grande porte, servem para limitar a circulação do pet dentro do carro e impedir que ele salte pela janela. Porém, não evita o risco de o animal sofrer ferimentos em caso de freada brusca ou colisão, já que ele fica solto.

Gato angorá deitado no banco do passageiro de um carro, ao lado do câmbio do veículo
Transporte de gato no carro também precisa de atenção especial (Imagem: Pixabay)

Capa Pet automotiva 

Um item essencial para proteger seu veículo e facilitar a limpeza depois de acomodar o seu pet. Além de proteger contra arranhões, uma capa pet automotiva bem colocada também evita que os bancos e a forração do carro entrem em contato com pelos, urina, fezes, saliva e outras sujeiras, e também ajuda a prevenir que odores desagradáveis fiquem impregnados no interior do veículo. Ela pode ser utilizada como complemento aos equipamentos de proteção, como o cinto de segurança para cachorro.

E como fica o transporte de gato? 

Embora o cinto de segurança para cachorro seja encontrado com facilidade no mercado, ainda não existe um equipamento similar voltado para os gatos. No caso dos bichanos, a única solução apropriada é adaptar o uso da caixa de transporte de cachorro, já que esses felinos são muito mais inquietos adoram se acomodar em cantos que podem atrapalhar o motorista. E como os gatos não gostam de mudanças repentinas para ambientes desconhecidos, a caixa de transporte evita possíveis fugas e arranhões indesejados.   

Outros cuidados no transporte de pets 

  • Faça passeios de adaptação mais curtos com seus pets antes de levá-los para viagens mais longas.
  • Jamais deixe um animalzinho sozinho dentro do carro, nem por cinco minutos. Isso pode ser fatal para o pet, principalmente em dias de calor.
  • Viagens mais longas podem provocar enjoos no pet por causa do movimento do carro. Evite transportá-lo de estômago muito cheio e faça paradas constantes – no máximo a cada três horas – para que ele tome água e faça suas necessidades fora do carro.
  • Pense no porte do animal ao escolher o tamanho do seu carro. Algumas raças de cãezinhos, por exemplo, cabem confortavelmente em carros pequenos, mas outras precisam de muito espaço para a rotina de viagens, e talvez seja o caso de optar por veículos maiores, como os carros de 7 lugares.
  • Embora muita gente nem imagina, ao ser parado pela Polícia Rodoviária, o oficial pode exigir o atestado sanitário do pet: um documento fornecido pelo veterinário, que declara que o animal está apto para viajar. 
Jovem mulher relaxando em sua cama e acariciando seu gato enquanto acessa app da Carupi em seu celular
CARUPI oferece mais praticidade e conforto para donos de pets ao negociar carros (Imagem: Pexels)

Comprando e vendendo carros sem deixar seu pet sozinho em casa

Viajar com os seus pets é divertido, claro, mas a verdade é que nossos amiguinhos peludos adoram quando seus donos estão em casa para curtirem um tempo relaxando bem juntinhos. E com a CARUPI, você já pode comprar ou vender um carro sem nem levantar do sofá de casa, enquanto faz um cafuné em seu bichinho de estimação.  

Nossa solução inovadora trouxe o mercado de carros usados e seminovos para dentro do seu smartphone. Seja vendendo ou comprando, tudo é resolvido online, com a consultoria especializada de nosso time, sem que os envolvidos no processo precisem se deslocar pela cidade para se encontrar pessoalmente. A CARUPI desenrola todos os trâmites, atuando como um concierge, e conseguindo a melhor negociação para vendedores ou compradores. 

Vai vender? Fotografamos seu carro, divulgamos o anúncio, filtramos as melhores ofertas e levamos o automóvel até os interessados para um test-drive. Se a venda for fechada, cuidamos de toda burocracia com a papelada do cartório e garantimos o pagamento. 

Quer comprar? É só acessar nosso catálogo, com diversos modelos e categorias de carros usados e seminovos, e escolher seu preferido: nós levamos o veículo até você para um test drive e avaliação presencial. Todos os carros têm garantia - alguns de até 1 ano - e recebem laudo cautelar antes de fechar negócio. Ainda orientamos você sobre o pagamento e entregamos seu novo carro em casa, com todo conforto!

Quer saber mais sobre como funciona a CARUPI? É só acessar o site ou baixar nosso aplicativo, disponível em Android ou IOS