COMPARTILHE EM SUAS REDES

No ano de 2020, 80 pessoas morreram por dia em consequência de acidentes de trânsito no Brasil. Somente entre os meses de janeiro e outubro do ano passado, o país registrou 27.839 indenizações para vítimas fatais. São esses números que fazem do Brasil um entre os dez países com maior número de mortes causadas por acidentes em ruas e rodovias.

No intuito de reduzir esses acidentes, a legislação nacional tem se atualizado e exigido a inclusão de novos itens de segurança nos automóveis vendidos no país, sejam eles nacionais ou importados.

Diante dessa situação, queremos ajudar você a entender o que é, e quais, os são os itens da segurança automotiva, quais os equipamentos de segurança obrigatórios nos automóveis e quais deles devem ser observados com atenção na compra do seu usado ou seminovo.

Índice de Conteúdo

O que as pessoas consideram antes de comprar um carro?

A legislação brasileira e os itens obrigatórios de segurança

Como avaliar os itens de segurança em um carro

Como comprar usados e seminovos com segurança total

O que as pessoas consideram antes de comprar um carro?

Comprar um carro exige alguns cuidados, principalmente se ele for usado ou seminovo. Certificar-se de que alguns itens estão presentes e operantes no veículo é essencial para deixar você mais tranquilo e seguro de sua aquisição.

Uma pesquisa feita pela Ipsos revelou que as pessoas costumam considerar, no geral, três fatores antes de comprar um automóvel: preço, eficiência do combustível e itens de segurança. Dentre os equipamentos de segurança para carros mais comuns, a maior parte dos compradores dá mais atenção aos airbags, freios e cintos de segurança. 

Mas, ao comprar um carro com esses equipamentos, é importante consultar a legislação brasileira para entender quais são obrigatórios hoje em dia em seu veículo.

Close em cadeirinha de bebê acoplada a banco traseiro de carro
A segurança dos filhos é fundamental para pais e mães na hora de comprar um carro usado (Imagem: Freepik)

A legislação brasileira e os itens obrigatórios de segurança

A primeira lei tratando de itens de segurança obrigatórios surgiu em 1998, conforme a resolução 14/98 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito). Com o passar dos anos, sofreu diversas alterações, com novos itens de segurança sendo exigidos pelo governo. 

Hoje em dia, além dos tradicionais equipamentos de segurança para carros mais conhecidos, os veículos vendidos no Brasil devem conter novos acessórios. Os integrantes mais recentes da lista de itens obrigatórios por lei são o Isofix, cinto de três pontos, encosto de cabeça, controle de estabilidade e luzes diurnas.

Além disso, qualquer item inovador do veículo deverá ser informado aos consumidores por meio da Etiqueta Nacional de Segurança Veicular. Essa é uma medida prevista no Programa de Rotulagem Veicular de Segurança, publicado na portaria nº 374/2020, pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Tecnologia automotiva e segurança veicular

A questão da segurança veicular é tão importante que o mercado automotivo investe com intensidade em novas tecnologias e aparatos que garantam a integridade física dos ocupantes do carro e dos demais envolvidos no trânsito. Com isso, vários projetos inovadores estão em andamento dentro das montadoras, e outros já podem ser encontrados em alguns modelos. 

O banco antissono, por exemplo,  surgiu com o objetivo de reduzir a sonolência de motoristas em viagens de longas distâncias. Já  os equipamentos de visão noturna prometem melhorar a visibilidade durante a noite ou em locais com pouca iluminação.

Outra promessa para o futuro da segurança veicular é o uso de piloto automático adaptativo, que já pode ser encontrado em modelos como o Volkswagen Nivus, Volkswagen Jetta, Toyota Corolla Altis, Jeep Compass Limited e Ford Territory. Esse dispositivo monitora  o fluxo de tráfego de forma contínua, aumentando e reduzindo a velocidade de forma rápida, automática e de acordo com as distâncias entre outros veículos.

Mas enquanto alguns dispositivos ainda são desenvolvidos e outros ou só aparecem em modelos de categoria superior, que tal conferir os principais itens de segurança que você precisa verificar antes de comprar seu carro usado ou seminovo?

Destaque em console de carro com palavra Airbag escrita na superfície
Airbag é item de segurança que passou a ser obrigatório (Imagem: Freepik)

Quais itens de segurança avaliar em um carro usado

1 - Airbags

Pergunte ao proprietário se o veículo possui airbags, quantos são e onde estão. Os airbags frontais são obrigatórios por lei desde 2014, conforme Resolução 311/2009 do Contran, mas alguns modelos oferecem airbags laterais e também para os bancos traseiros.

O que é importante averiguar em um carro que possui airbag é se ele está funcionando corretamente. Para isso, basta girar a chave ou apertar o botão de partida: se a luz do airbag acender e apagar após alguns segundos, está tudo certo. Se permanecer acesa ou não acender, então algo pode estar errado: talvez seja necessário consultar uma concessionária credenciada ou um mecânico de confiança. 

2 - Pneus

Os pneus são itens de segurança também, e devem ser observados com atenção na hora de comprar um usado ou seminovo. 

Confira as condições visuais do pneu e procure pelo indicador de desgaste TWI.  Observe também as dimensões, capacidades e analise se o tipo de pneu é o modelo indicado para aquele modelo de carro - muitos donos de veículos instalam pneus que não são recomendados pela fabricante do automóvel, o que pode comprometer sua dirigibilidade.

Não tenha medo ou vergonha de recorrer a um mecânico profissional para conferir esses parâmetros para você! Sua segurança em primeiro lugar!

3 - Cintos de Segurança

Se você está em busca de um veículo seguro, avaliar os cintos de segurança é primordial. E essa análise vai depender do ano de fabricação do carro. 

A legislação atual exige que todos os lançamentos de automóveis, nacionais ou importados, desde janeiro de 2018, venham de fábrica com o cinto de segurança de três pontos. Para carros zero que não fossem inéditos, o prazo começou a valer em janeiro de 2020.

Talvez você esteja comprando um automóvel fabricado antes da nova lei, mas, independente disso, é importante confirmar se o cinto não possui cortes ou dobras que possam impedir sua elasticidade. Teste também como é o travamento do cinto, e confirme se ele está disponível para todos os passageiros. 

Frente de carro em cena noturna com faróis acesos e faixos de luz
Testar o funcionamento das luzes do carro é importante antes de comprar usado (Imagem: Unsplash)

4 - Luzes 

Ligue o carro e teste o funcionamento das luzes: acenda os faróis, pise no freio para constatar se as luzes de frenagem operam normalmente, acione as setas em ambos os lados e engate a ré para testar se a luz indicativa acende. Na parte traseira, veja se há refletores vermelhos no para-choque e iluminação da placa na cor branca.

A partir deste ano, veículos novos deverão sair de fábrica com as luzes diurnas, também conhecidas como DRL (Daylight Running Lamp), que têm a função de tornar o carro mais visível à luz do dia. Elas são acionadas juntamente da partida no automóvel, enquanto faróis e lanternas podem permanecer desligados. Após 2023, todos os carros fabricados e vendidos no Brasil apenas poderão circular de forma legal nas ruas se possuírem o equipamento.

5 - Cadeirinha Infantil

Para quem tem filhos pequenos, uma preocupação constante é a segurança das crianças nas tradicionais cadeirinhas, fixadas no banco traseiro. 

Nos carros mais antigos, o procedimento de fixação utilizava os próprios cintos de segurança - por isso, é importante redobrar a atenção com eles. Mas a legislação mudou, passando a exigir a presença do Isofix, que é o padrão internacional para fixação de cadeirinhas infantis. Elas devem ficar presas em ganchos soldados na carroceria, ao invés dos cintos de segurança.

No Brasil, o Isofix passou a ser obrigatório em janeiro de 2018 para todos os novos projetos de automóveis com mais de uma fileira de bancos. Para os carros novos que não sejam lançamento, a norma exige desde 2020 a implementação do item. 

6 - Freios

Já imaginou descer uma ladeira em alta velocidade e não ter nenhuma resposta ao pisar no pedal de freio? Parece um pesadelo, não? Por isso, conferir os freios do carro que pretende comprar é muito importante para sua segurança.

Um test drive é essencial para conferir se os freios estão funcionando corretamente: procure fazer um trajeto que inclui subidas e descidas e não esqueça de verificar o freio de mão nas saídas em rampas.

Além disso, freios ABS são obrigatórios desde 2014 para carros novos. Esse equipamento é um auxílio eletrônico de segurança que tende a evitar o travamento das rodas em frenagens de emergência, mas é preciso averiguar em quais condições o dispositivo se encontra: barulhos na hora da frenagem e trepidações ao frear podem indicar problemas eletroeletrônicos, defeitos nos sensores e necessidade de manutenção.

Mecânico com uniforme conferindo freio de carro erguido em elevador automotivo
Consultar um mecânico de confiança pode ser indicado para verificar freios (Imagem: Freepik)

7 - Controle de Estabilidade

Mais um item de segurança que se tornou obrigatório no Brasil nos últimos anos é o controle de estabilidade. Esse é um sistema eletrônico que funciona de forma independente no freio de cada roda para corrigir o trajeto do veículo em casos de perda de aderência dos pneus.

O controle de estabilidade passou a ser uma exigência a partir de 2020 para novos modelos ou para aqueles que sofreram grandes mudanças. Para carros e veículos comerciais leves vendidos zero km, a obrigação é a partir de 2022.

Pergunte ao vendedor se o carro possui o acessório, ou procure no painel por uma tecla com desenho de um carro derrapando. É esse botão que habilita o equipamento e indica se o veículo possui a tecnologia de segurança. 

8 - Limpadores, travas, espelhos e demais sistemas

Limpadores de vidros, travas, espelhos, triângulo de sinalização, conjunto de estepe, entre outros equipamentos, são obrigatórios em todos os automóveis desde 1998, com a Resolução 14/98 do Contran.

Com isso, já que são itens que não podem escapar da sua atenção, é essencial que você cheque como eles estão. Se algum deles está ausente, quebrado ou apresentando falhas, o melhor a fazer é negociar o reparo antes da compra ou, até mesmo, ajustar o valor no preço do carro, já que, obrigatoriamente, você terá que rodar com esses equipamentos em ordem. 

Jovem mulher relaxando na rede em sua sua casa e acessando aplicativo da Carupi para comprar carro online
CARUPI oferece segurança também na hora de comprar carro usado ou seminovo (Imagem: Pexels)

Como comprar usados e seminovos com segurança total

Além de buscar mais segurança usando o veículo nas ruas e estradas, cada vez mais as pessoas também se preocupam com a segurança envolvida na negociação do seu novo carro. Afinal, o mercado de compra e venda de usados e seminovos pode esconder surpresas desagradáveis, como golpes financeiros, carros problemáticos e até mesmo situações potencialmente perigosas em encontros com vendedores desconhecidos. 

São esses problemas que a CARUPI pode solucionar: com o serviço concierge da startup, já é possível comprar, vender e trocar carros usados e seminovos de forma rápida, fácil e muito mais segura

A solução da CARUPI é totalmente digital: acessando nosso app ou website, você encontra um catálogo com diversos modelos e encontra o veículo ideal usando nossos filtros de pesquisa: com eles, você pode buscar por características específicas, até mesmo os itens de segurança dos quais você não pode abrir mão, como airbags, freios ABS e controle de estabilidade.

Você também pode solicitar um test-drive delivery, em sua casa, para testar na prática os principais itens de segurança do carro de seu interesse. E falando em segurança adicional, precisamos lembrar: seguimos as mais rígidas medidas de prevenção ao Covid-19 em nossas operações, e todos os carros do catálogo da CARUPI possuem laudo cautelar e, em muitos casos, garantia para câmbio e motor. 

A CARUPI ainda oferece mais tranquilidade e conveniência em sua compra: você é aconselhado por nossos executivos quanto aos melhores financiamentos para quitar seu novo veículo e recebe todos os papéis para assinar no conforto do seu lar.

Comprar com a CARUPI é a forma mais segura e conveniente de comprar carros usados e seminovos, da segurança da sua casa. Conheça melhor nossos serviços!