COMPARTILHE EM SUAS REDES

O Ford EcoSport chegou ao mercado em 2003 como o primeiro SUV compacto da montadora e praticamente inaugurou esse segmento que, hoje em dia, é o que mais cresce no Brasil. Desde então, o modelo pioneiro teve grande sucesso de vendas e passou por diversas repaginadas, além de ganhar uma segunda geração, com design totalmente renovado. 

No entanto, em 2021, com a decisão de encerrar suas atividades no Brasil, a Ford acabou tirando o EcoSport de linha. Com isso, neste artigo, vamos rever um pouco da história deste automóvel que ficou marcado no mercado e conhecer um pouco mais de perto suas versões em mais um Raio X CARUPI. 

Índice 

EcoSport chega ao mercado em 2003

EcoSport populariza o SUV no Brasil

EcoSport 2013: a segunda geração do Ford EcoSport

EcoSport 2015 e o câmbio Powershift

EcoSport 2020

Ford encerra produção do EcoSport no Brasil

Quanto custa um EcoSport?

EcoSport usado e seminovo: compre o seu na CARUPI

Ford EcoSport 2003 vermelho em foto de estúdio com fundo branco
Primeira geração do EcoSport inaugurou segmento SUV compacto no país (Imagem: Ford/divulgação)

EcoSport chega ao mercado em 2003

Em 2003, os holofotes do mercado automotivo nacional se voltaram para o primeiro SUV da Ford no Brasil: o EcoSport. O modelo foi lançado seguindo o design do Fiesta e inaugurou a categoria de SUV compacto no país. No ano de lançamento, a Ford emplacou 27 mil unidades do EcoSport - números, para época, muito chamativos. 

O EcoSport chegou às concessionárias como um carro genuinamente nacional: o projeto nasceu dentro do setor de design da Ford brasileira a partir de pesquisas realizadas desde 1998, e foi desenvolvido com base em estudos realizados em cinco países diferentes. Aliás, falando em países diferentes, o EcoSport - nascido e criado no Brasil - viria a ganhar o mundo e ser comercializado em outros territórios futuramente, provando a qualidade e sucesso dos carros brasileiros.


O primeiro EcoSport tinha três opções de motor: o Zetec 1.0 e 1.6 e o Duratec 2.0, todos com tração 4x2 e câmbio manual de cinco marchas. Em 2004, o modelo ganhou uma nova versão 4x4 para motor 2.0, sendo o primeiro veículo com opção de tração nas quatro rodas produzido no Brasil.

Ford EcoSport Storm cor laranja derrapando em terreno do lama e levantando poeira
Estilo aventureiro do EcoSport faz sucesso desde o lançamento até hoje (Imagem: Ford/divulgação)

EcoSport populariza o SUV no Brasil

Se hoje o brasileiro ama SUVs, a paixão  por esse tipo de veículo começou com o EcoSport. Anteriormente ao lançamento do EcoSport, a categoria de SUVs no Brasil era dominada por veículos de luxo, como Mitsubishi Pajero e Daihatsu Terios. Sem concorrentes diretos, mas com outros automóveis na mesma faixa de preço, como Honda Fit e Citroën C3, o EcoSport popularizou os SUVs, ganhando destaque pela posição elevada de dirigir, seu espaço interno e o visual aventureiro. 

Méritos da Ford, claro, que soube identificar antes de seus concorrentes uma demanda crescente por este tipo de veículo, e apostou em um modelo pioneiro que conquistou um segmento com grande potencial. Até as outras montadoras alcançarem a Ford, o EcoSport reinou sozinho durante um bom tempo em um nicho de mercado que ele próprio havia criado.

Desde que começou a ser produzido em Camaçari, na Bahia, o EcoSport passou por diversas atualizações, tendo duas gerações. A primeira grande novidade chegou em 2005, quando o modelo recebeu um motor flex 1.6, tornando-se o primeiro SUV a aceitar etanol ou gasolina no tanque de combustível. 

Outras alterações foram vistas nos anos seguintes para o SUV compacto, as quais ainda faziam parte da primeira geração. Em 2006, a montadora lançou o EcoSport Freestyle, uma série focada em elementos visuais diferenciados que fez sucesso com o público e acabou entrando para a linha regular.

No ano de 2007, o motor 2.0 Duratec a gasolina ganhou câmbio automático de quatro marchas. Além disso, o Ford EcoSport passou por sua primeira reestilização, com novos para-choques, faróis, grade, lanternas e outros elementos. Internamente, sua cabine, painel, portas e outros instrumentos também foram redesenhados. A segunda mudança visual aconteceu em 2010, quando o modelo ganhou uma nova grade de três filetes, o nome do carro no capô e mudanças no sistema de som Sync.

Ford Ecosport 2013 vermelho estacionado em solo de pedra em alto de montanha com horizonte ao fundo
Linha EcoSport 2013 apresentou nova geração do SUV compacto (Imagem: Ford/divulgação)

Ecosport 2013: a segunda geração do Ford EcoSport

A segunda geração do EcoSport chegou ao mercado com a linha EcoSport 2013, quando o modelo foi apresentado no Brasil, na Índia e na China. O novo design presente no EcoSport 2013 foi inspirado no New Fiesta e ganhou itens de segurança inéditos no segmento, como controle de estabilidade e tração, bem como melhor acabamento e mais conectividade com o sistema Sync. Como opções de motorização do EcoSport 2013, surgiram os motores 1.6 Sigma flex e o 2.0 Duratec flex, com câmbio de cinco marchas. 

Em termos de tamanho, o EcoSport 2013 tem 4,241 metros de comprimento, 1,734 metros de largura, 1,696 metros de altura e 2,521 metros de entre-eixos, além de 362 litros de capacidade no bagageiro. 

Ford Ecosport 2015 cor creme em posição lateral em foto de estúdio com fundo branco
Versão 2015 do EcoSport trouxe o câmbio Powershift (Imagem: Ford/divulgação)

EcoSport 2015 e o câmbio Powershift

Em 2014, a Ford realizou uma nova repaginação e lançou o EcoSport 2015, com as versões SE, FreeStyle e Titanium. A maior mudança nesse modelo foi a inclusão, nas versões com motor 2.0, da caixa de câmbio Powershift, uma transmissão automatizada de dupla embreagem e seis marchas que viria a ficar muito famosa, mas por motivos indesejáveis: o Powershift apresentou diversos problemas - superaquecimento, trepidação, ruídos anormais e desgaste precoce - e precisou ser substituída nas próximas versões. 

Outra novidade que chegou com o EcoSport 2015 foram as cores branco Vanilla, prata Dublin e vermelho Merlot, a única perolizada. Com isso, elas se juntaram às cores já existentes branco Ártico, preto Ebony, vermelho Arpoador, laranja Savana e prata Riviera.

Dois carros Ford Ecosport estacionados em frente a salão comercial com frente e traseira em destaque
Linha EcoSport 2020 foi simplificada com somente 2 versões à venda (Imagem: Ford/divulgação)

EcoSport 2020

A Ford disse adeus ao problemático câmbio Powershift com o EcoSport 2020: o sistema foi trocado por uma caixa automática de seis marchas. O EcoSport 2020 também teve uma reestilização, com para-choques, faróis e grades renovados, uma cabine mais refinada, novos bancos, painel com revestimento macio ao toque, novo quadro de instrumentos, além de uma central multimídia com tela tátil de oito polegadas e ar-condicionado digital. 

Essas alterações que chegaram ao EcoSport 2020 vieram junto com uma simplificação da linha EcoSport e de suas versões disponíveis: chegaram ao mercado apenas a versão Freestyle (com a troca de faróis com bloco elíptico e multimídia Sync por rodas com novo acabamento e teto pintado na cor preta) e a Titanium, que deixou de lado o motor 2.0 para receber um propulsor 1.5 e pneus do tipo run flat, abandonando o icônico estepe do porta-malas.

Dois carros Ecosport azul e vermelho parados em estrada de terra com belo entardecer ao fundo
Com fechamento de fábricas da Ford, EcoSport disse adeus às concessionárias (Imagem: Ford/divulgação)

Ford encerra produção de Ecosport no Brasil

Em janeiro de 2021, a Ford anunciou o fechamento de suas três fábricas no Brasil, incluindo a de Camaçari, onde o EcoSport era fabricado. Os fatores que mais contribuíram para essa decisão foram o alto custo de produção, o câmbio desfavorável, o processo de reestruturação global da marca e a pandemia de Covid-19, que afetou drasticamente as vendas de carros novos no país. 

Com isso, o SUV compacto da montadora saiu de linha e suas vendas seguiriam apenas até o fim dos estoques. Em abril de 2021, o Ford EcoSport, que estava disponível em sua versão SE 1.5, foi retirado do site da montadora.

Quanto custa um Ecosport?

Ainda que o EcoSport esteja oficialmente fora de linha, o SUV compacto continua sendo um modelo bastante procurado, especialmente por quem está em busca de SUVs seminovos. Existem opções para todos os bolsos: quem prefere investir em carros usados baratos pode se interessar pelos modelos mais antigos, da primeira geração do EcoSport, que podem ser encontrados por valores a partir de R$20 mil. 

Já quem busca um Ford EcoSport mais recente, a partir da segunda geração, pode comprar um EcoSport 2013, por exemplo, a partir de R$40 mil, enquanto o EcoSport 2015 pode ser visto na faixa dos R$45 mil e o EcoSport 2020 começa na casa dos R$80 mil. 

Jovem rapaz sentado em poltrona de sua casa acessando plataforma Carupi em seu celular
É possível comprar e vender carros pelo celular com a plataforma da CARUPI (Imagem: RawPixel)

EcoSport usado e seminovo: compre o seu na CARUPI

Se comprar um EcoSport usado ou seminovo pode ser um ótimo negócio, ele fica ainda melhor com a ajuda da CARUPI: em nossa plataforma, além de encontrar modelos com garantia e laudo cautelar, você ainda conta com uma solução inovadora que deixa a negociação muito mais mais prática, segura e rápida.  

É só acessar nosso catálogo online de veículos e escolher o que deseja - você pode até usar os filtros de busca e selecionar apenas modelos de EcoSport se quiser. Faça uma oferta pelo seu preferido ou peça um test-drive delivery para conferir o carro com seus próprios olhos: nosso time retira o veículo com o dono e leva até você, acompanhando tudo de perto para oferecer ainda mais segurança a todos.

A equipe de especialistas da CARUPI faz a ponte entre comprador e vendedor e acompanha todo o processo desde o início, oferecendo conveniência e segurança para ambos os lados: acompanhamos o pagamento e até mesmo a papelada da transação é facilitada pelo nosso sistema de cartório em casa, onde verificamos todos os documentos e enviamos para você só assinar, com conforto e praticidade.

Conheça como funciona a CARUPI e confira todas as outras vantagens de comprar e vender carros sem sair de casa!