COMPARTILHE EM SUAS REDES

Atualmente, comprar um seminovo tem se tornado um ótimo negócio para quem quer economizar, mas ainda assim adquirir um veículo em ótimas condições. As vantagens são muitas, investindo em um automóvel praticamente novo, por um preço menor, com economia na documentação e com a segurança de poder contar, em alguns casos, com a garantia de fábrica.

Se é compreensível o motivo que leva alguém a comprar um seminovo, as razões para vender um veículo nessas condições não parecem tão óbvias. Afinal, se o carro está em tão bom estado, com manutenções em dia, e possui ótimos acessórios, por que vendê-lo?

Acredite se quiser: as razões para vender um seminovo são tão válidas quanto para comprar um. E é sobre isso que queremos falar neste artigo.

Índice de Conteúdo

O mercado de seminovos

5 motivos que levam à venda de um seminovo

As vantagens de vende carros seminovos

As vantagens de comprar carros seminovos

Comprar e vender seminovos é ainda mais vantajoso com a CARUPI

O mercado de seminovos

Segundo dados da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), o mês de março apresentou um crescimento de 14,1% na venda de carros usados e seminovos, em comparação ao mesmo período de 2020, quando a pandemia estava começando a afetar a economia.

O resultado não é isolado: os números do mercado de seminovos estão aquecidos há algum tempo. Mas o que fez tantos compradores se interessarem por veículos usados e, principalmente, seminovos? 

O fechamento temporário de muitas fábricas, como resposta às normas sanitárias de combate ao coronavírus, interrompeu diversas cadeias de fornecimento de peças para montadoras, bem como elevou inúmeros custos, levando à falta de estoque de diversos modelos e aplicação de reajustes nos preços dos carros zero quilômetro.   

Sem carros para pronta entrega, e com custos elevados, o consumidor se voltou para os seminovos. Esse cenário inusitado culminou no aquecimento do mercado e até mesmo em fenômenos raros, como a valorização de carros seminovos

Ainda que os seminovos estejam em um movimento de valorização no mercado, muitas pessoas tentam vendê-los, por inúmeras razões. Mas o que faria com que alguém se interessasse por vender um carro que está praticamente novo e em ótimas condições de uso? É o que vamos descobrir a seguir!

Mesa com prancheta, calculadora, moedas e miniatura de um carro juntos
Vender um carro seminovo pode ser uma solução financeira atrativa (Imagem: Freepik)

5 motivos que levam à venda de um seminovo

1 - O bolso falou mais alto

Talvez um dos principais fatores que faz com que uma pessoa queira vender seu seminovo é a questão financeira. Por diversos motivos as contas aumentaram e o dinheiro, no fim do mês, já não é mais suficiente para arcar com todos os custos fixos, sejam eles relacionados ao automóvel ou não.

É nesse momento que muitos proprietários decidem vender seus veículos como meio de diminuir despesas e ficar com “dinheiro na mão” para administrar melhor as finanças. Com seminovos em alta no mercado, o momento se torna ainda mais propício para uma decisão como essa.

2 - Usou e não gostou

Há também aqueles casos de pessoas que compram seus carros e, depois de um tempo de uso, percebem que o modelo não é o que imaginavam.

A expectativa na hora da compra pode ter sido tão grande que alguns detalhes não foram considerados, como tipo de direção, consumo do combustível, cor da pintura e, simplesmente, a usabilidade no dia a dia.

Com isso, alguns proprietários acabam colocando o modelo à venda para que possam trocar por um que atenda melhor suas necessidades.

3 - A rotina mudou inesperadamente

Por falar em necessidade, essa também é uma razão que faz com que algumas pessoas vendam seus seminovos.

Muitas vezes, a compra do carro foi feita com toda consciência, e o modelo era, de fato, o ideal para as necessidades previstas. Mas as coisas mudam no meio do caminho, e podem interferir drasticamente no uso que é dado ao automóvel.  

A notícia da chegada de novos membros na família, que demanda um modelo maior para comportar a turma, ou uma mudança de emprego que altera a rotina de deslocamentos pela cidade podem ser fatores que levam muitas pessoas a trocar o automóvel, principalmente se o motivo for urgente.

Mudanças no estilo de vida do proprietário - como a adoção de meios de transporte mais sustentáveis - também podem diminuir a demanda pelo carro, fazendo com que mais um seminovo em ótimas condições chegue ao mercado.

Família com pai, mãe e duas filhas em apartamento vazio ao lado de caixas de mudança
Família crescendo ou mudança de endereço podem levar à venda de um carro seminovo (Imagem: Freepik)

4 - Novidade em primeiro lugar

Independente de questões financeiras, mudanças de rotina ou usabilidade, outro fator não pode ser desconsiderado: muita gente vende seu seminovo simplesmente pelo desejo de rodar sempre com o modelo mais recente no mercado.

Assim como acontece com o mercado de smartphones - onde as marcas lançam novos modelos a cada ano e mesmo quem tem o último lançamento em mãos quer migrar para o mais recente e se atualizar com as novas tecnologias - muitos apaixonados por carros gostam de fazer o mesmo, vendendo seu seminovos para adquirir o modelo mais atual.  

5 - Medo da desvalorização

Todos os automóveis sofrem desvalorização ao longo do tempo - alguns mais, outros menos. Em geral, essa perda de valor é lenta e gradual, e depende de inúmeros fatores, como o próprio mercado, ano de fabricação, ano-modelo, quilometragem, estado de conservação e customizações.

A desvalorização mais sensível – em torno de 10% - que um carro pode sofrer ocorre entre o momento que sai da concessionária até o seu segundo ano de uso. Depois, a tendência é que a taxa de desvalorização seja menor e se torne cada vez mais estável - porém contínua.

Por isso alguns proprietários, prevendo a perda de dinheiro em uma possível revenda futura, optam por antecipar esse momento e vender o automóvel enquanto ele ainda tem um bom valor.

Fachada de concessionária Toyota ao entardecer com por-do-sol refletindo nos vidros
Seminovos costumam contar com garantia de fábrica e revisões em concessionária (Imagem: Unsplash)

As vantagens de vender um carro seminovo

Seja qual for a razão de vender um seminovo, essa negociação tem, sim, suas vantagens. A primeira e mais importante delas é, talvez, ter dinheiro no bolso para reorganizar as finanças e fazer planos futuros para um novo carro, provavelmente mais econômico.

Além disso, vender um seminovo permite que o proprietário busque um veículo que seja melhor para o seu uso, sua rotina, sem esperar muito tempo, correndo o risco do carro se desvalorizar. E mais: quem gosta de novidade tem a chance de ter sempre os modelos mais atuais na garagem.

Ainda, a venda de seminovos gera uma rotatividade maior no mercado, permitindo que mais pessoas possam comprar carros novos sem pagar tanto por eles. Dessa forma, o setor acaba se valorizando e o carro seminovo se torna um bom negócio para todo mundo.  

As vantagens de comprar um carro seminovo

Investir em um seminovo hoje em dia é tão seguro quanto comprar um carro zero-km. Com seu pouco tempo de uso, é provável que o veículo esteja com as manutenções em dia e não seja necessário arcar com nenhum reparo urgente. Além disso, a garantia de fábrica ainda pode ser válida e acaba chamando atenção de quem quer rodar com maior tranquilidade.

O valor para quem compra é bastante atrativo, ao considerar que é um carro que saiu da concessionária há pouco tempo e apresenta as mesmas características que um modelo zero quilômetro. 

A economia com o seminovo, por fim, também aparece na hora da documentação. Além da transferência, os custos com licenciamento, IPVA e, até mesmo, seguros, são menores em comparação a um veículo novo.

Jovem mulher relaxando em sofá de casa enquanto acessa site da CARUPI em laptop
Na CARUPI, vender e comprar seminovos ganha vantagens adicionais (Imagem: Unsplash)

Comprar e vender seminovos é ainda mais vantajoso com a CARUPI

E se você pudesse encontrar todas as vantagens de comprar e vender um seminovo em um só lugar? Na plataforma da CARUPI, isso é possível.

Com a CARUPI, você consegue fugir das taxas escondidas e da depreciação abusiva praticadas por lojas e concessionárias, e a chance de vender seu seminovo pelo valor de mercado é grande. Nossa equipe de executivos tem como base as principais tabelas do país – como a FIPE e a KBB – para aconselhar no melhor valor de venda e tornar isso possível.

Outro benefício de vender um seminovo com a CARUPI é que toda a negociação é feita de forma online, por meio do nosso app ou website. Em tempos de pandemia, nada melhor do que poder contar mais segurança e conforto na hora de vender seu carro, não é mesmo?

Nossos fotógrafos profissionais vão até sua casa e produzem um ensaio incrível com fotos que destacam seu veículo em nossa plataforma e nos maiores canais de compra e venda de carros do Brasil. Também oferecemos a opção do test-drive delivery, feito pela equipe da CARUPI, que leva seu carro até os interessados e devolve com toda comodidade para você.

A assinatura de documentos da venda é feita de forma facilitada: nossa equipe entrega todos os papéis em sua residência para descomplicar a ida ao cartório.

E se vender um seminovo na CARUPI é tão bom quanto parece, comprar um também é. Em nossa base de veículos, é possível buscar pelos melhores seminovos através dos nossos filtros: é só selecionar as características que deseja e encontrar o carro ideal para você, sem sair de casa.

Agende um test-drive delivery, sem custos, e conte com aconselhamento de nossos especialistas sobre os melhores financiamentos para, enfim, assinar os documentos no conforto de casa e curtir seu novo carro - todos os veículos em nossa plataforma recebem laudo cautelar, para sua tranquilidade.

Vender e comprar um seminovo com a CARUPI é assim: fácil, rápido e seguro para todos!